Dengue em Navegantes

NAVEGANTES INTENSIFICA AÇÕES DE COMBATE AO MOSQUITO DA DENGUE

Atualmente, quando as maiores atenções estão voltadas para o combate ao coronavírus, outro grande inimigo da saúde pública tem visitado silenciosamente os lares. É o mosquito Aedes aegypti, com seus criadouros, causando doenças como zika, dengue e chinkungunya. 

Extremamente urbano, o mosquito deposita as larvas em ambientes domiciliares e em terrenos baldios, onde há água limpa e parada. Por isso, a população tem de estar atenta e, além do enfrentamento ao coronavírus, durante o período chuvoso, precisa estar alerta também para combater a proliferação do mosquito, responsável pela transmissão das arboviroses, que são as doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, Zika vírus, febre chikungunya e febre amarela.

Em Navegantes, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do setor de Endemias, realiza atividades, seguindo orientações do Ministério da Saúde, com visitas domiciliares de imóveis, mediante permissão do proprietário, sempre preservando a saúde dos profissionais e dos moradores, em especial idosos com mais de 60 anos, orientando a todos sobre os cuidados para evitar a disseminação do mosquito.

Navegantes mantém ação de combate ao mosquito da Dengue no Município
Foto: Arquivo/JB

Segundo a Diretora da Vigilância em Saúde, Gabriela Barreto dos Santos, atualmente, a Secretaria conta com um grupo de 10 agentes de endemias que realizam vistorias diariamente. “O Município tem mais de 300 pontos de armadilhas, ou seja, locais em que podemos identificar que há a existência do mosquito transmissor. E também 88 pontos estratégicos, como empresas, cemitérios e outros locais onde a inspeção é quinzenal”, explica. 

O número total de casos confirmados em 2019 publicado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), é de 58. Em comparativo com o ano de 2020, houve um aumento significativo, subindo para 260 casos. 
De acordo com a diretora o Município está estudando novas estratégias de controle da doença.

Fique atento aos sintomas!

Dengue
– Febre alta;
– Fadiga extrema; 
– Dor no corpo; 
– Náuseas e vômito;
– Dor nos olhos.

Zika
– Vermelhidão por todo corpo, após alguns dias começam as coceiras;
– Dor de cabeça;
– Dor nas juntas;
– Febre;
– Conjuntivite.

 Chikungunya
 – Dor no corpo; 
– Febre; 
– Dor intensa nas juntas; 
– Náuseas e vômitos; 
– Pele e olhos avermelhados.
 
Como evitar a proliferação do mosquito?
– Mantenha em dia a limpeza de calhas; 
– Mantenha lixeiras bem tampadas; 
– Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo; 
– Tampe tonéis e caixas d’água; 
– Mantenha a limpeza de ralos e utilize telas;
– Não deixe água acumulada e parada em nenhuma ocasião; 
– Preencha os pratos de plantas com areia.